sábado, 19 de março de 2011

se...

... me perguntassem qual o filme que mais me marcou, acho que não errava se dissesse que foi o "Jesus Christ Superstar".

Do conteúdo, que hoje, provavelmente, seria narrado de forma um pouco diferente, à interpretação dos actores/cantores, passando pela ousadia da e na realização às músicas em si, este musical ainda hoje me toca tanto, como tocou da primeira vez que o vi.

4 comentários:

JPD disse...

Vi esse filme.
Gostei muito.
Uma abordagem inovadora.
Bjs

lélé disse...

JPD... Eu ainda gosto. É, para mim, como o "2001 Odisseia no Espaço": uma espécie de marco.
Beijos

aryabodhisattva disse...

Há muito que ouço falar neste filme, mas nunca o vi.

lélé disse...

Arya... Ao contrário de outros, não me parece que seja um filme intemporal. Pertence a uma época muito definida. Se eu o visse hoje pela primeira vez, provavelmente não me tocava tanto. De qualquer maneira, é sempre um musical muito interessante, especialmente se tivermos em conta a época em que foi projectado e as qualidades vocais dos intérpretes são mesmo muito boas.