quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

deve ter alguma importância

Casou com fulano; o filho aconteceu; é prima daquela que fazia o pino; morava acolá; costumava andar com a filha de beltrano...


... e eu, feita parva, a tentar pescar alguma coisa e a chegar à conclusão de que, se já sabia quem ela era, porque é que havia de estar a esforçar-me por saber quem eram os apêndices?


Será importante saber assim tantas minudências de pessoas, que nem sequer me são próximas?

Se calhar... para socializar...

(Devia ler mais "caras" e "gentes".)


É verdade que, de vez em quando, gosto de cortar na casaca de alguém, mas... caramba! Não exageremos!

4 comentários:

aryabodhisattva disse...

Às vezes também gosto de saber o que se passa por aí (e os pormenores sumarentos).
Mas depois tentam explicar-me quem são as pessoas e em que medida as conheço e... é aí que me perdem.

aryabodhisattva disse...

(Nisso já não tenho interesse. Só nas histórias mesmo!)

JPD disse...

Pois!
Rrsrsrsr

Bjs

Lélé disse...

Arya... Pois, as histórias são engraçadas e/ou têm de facto interesse, mas a "linhagem" e os parentescos, quando metidos a martelo (quando não interessam para a história), são uma seca!...

JPD... Beijinhos